Site Autárquico de Alcoutim

Mapa do Concelho
newsletter

Iniciativas

Entrar no Portal de Informação GeográficaTransportes SociaisOrçamento Participativo

Município promove abertura de novas captações subterrâneas de água de modo a minimizar os efeitos da seca

20/12/2019

Município promove abertura de novas captações subterrâneas de água de modo a minimizar os efeitos da seca

Com o intuito de suprir as carências de água identificadas e garantir que as povoações pudessem continuar a ser abastecidas regularmente e em condições satisfatórias, o Município de Alcoutim procedeu à abertura de duas novas captações subterrâneas de água, nomeadamente em Zorrinhos e Fernandilho, com cerca de 180 metros de profundidade cada.

Nos últimos anos, o território do Algarve tem lidado com situações decorrentes de eventos climáticos relacionados com ondas de calor, incêndios florestais, inundações e períodos de seca prolongados. Este último fenómeno tem vindo a acentuar-se, sendo que no presente ano se verificou um aumento da área em seca meteorológica e da sua intensidade, tendo vários concelhos do interior do país, incluindo o de Alcoutim, estado sujeitos a uma situação de seca extrema e severa, reconhecida oficialmente pelo Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural. Para esta situação contribuiu o défice de precipitação, os valores das temperaturas médias e máximas acima do normal, o baixo teor de água no solo e as disponibilidades hídricas de superfície e subterrâneas consideravelmente abaixo das médias de armazenamento.

Sendo a seca um processo bastante complexo e com elevados riscos para o ser humano, ecossistemas e bens materiais, tornou-se vital promover a implementação de medidas efetivas que permitiram diminuir os seus efeitos, principalmente ao nível do abastecimento de água para consumo humano, em vários aglomerados do concelho, servidos exclusivamente por origens de água subterrânea, uma das áreas onde o Município detém competências diretas.  

O investimento na construção das captações (incluindo a instalação dos equipamentos de sondagem, os trabalhos de furação de entubamento, tubos de revestimento e a sua filtração) e no seu apetrechamento em termos de equipamentos de elevação e distribuição de água ascendeu a cerca de 25 mil euros, suportados inteiramente pela autarquia.

AGENDA

Multimédia

PUBLICAÇÔES