Site Autarquico de Alcoutim

> Home > Agenda
Mapa do Concelho
newsletter

Iniciativas

Entrar no Portal de Informação GeográficaTransportes SociaisOrçamento Participativo

Festival do Contrabando

De 24 a 26 de março

/upload_files/client_id_1/website_id_1/Agenda/2017/eventos/mar%C3%A7o/Cartaz_A4_PT_web.jpg

O Festival do Contrabando é mais que um Festival, é a junção e fusão da homenagem a uma atividade que ao longo da história foi importante para as gentes da fronteira, com as artes e a cultura. A paisagem fronteiriça que desafiava os destemidos na passagem de mercadorias, agora é palco de vários projetos culturais que transportam para o interior das populações e seus visitantes, os sonhos e ambições, trazendo até à Vila Raiana uma oferta cultural que desafia todas as condicionantes existentes.

 

O Nordeste Algarvio é um território marcado geograficamente e historicamente, pelo rio Guadiana. Região serrana por natureza, apresenta um típico relevo ondulante, proporcionando paisagens de distinta beleza, cheias de luz, vida e cor. Em tempos idos, foram inúmeras as atividades praticadas e desenvolvidas neste cenário de fronteira natural entre Portugal e Espanha. Este facto foi visto pela população local como um mundo de oportunidades, onde sempre existiu uma familiar convivialidade, marcada por trocas comerciais e laços afetivos que ajudaram a criar uma identidade local.

 

Aromas de café, amêndoa, tabaco, sons de acordeão e fandangos, estórias de paixões além fronteira, azáfama nos mercados rurais da serra, combinações secretas nas tabernas da região, originam conflitos onde se misturam sentimentos, interesses e sonhos. O contrabandista com as sacas pesadas que carregam às costas não transportam só mercadorias que passam a fronteira … levam sonhos, fantasias e a ambição de uma vida melhor.

 

O contrabando é memória coletiva, intemporal, e regressa à região com a importância que se atribui ao património cultural, a identidade social conquista uma dinâmica original envolta na arte e cultura.

 

De 24 a 26 de março realiza-se a primeira edição do Festival do Contrabando em Alcoutim (Portugal) e Sanlúcar de Guadiana (Espanha) oferecendo a todos os visitantes dias repletos de animação, história, artes e cultura, são muitas as atividades disponíveis nestes dias.

 

A paisagem fronteiriça que desafiava os destemidos na passagem de mercadorias, agora é palco de vários projetos culturais que transportam para o interior das populações e seus visitantes, os sonhos e ambições, trazendo até à Vila Raiana uma oferta cultural que desafia todas as condicionantes existentes.

 

O festival apresenta a todos os visitantes, um mercado de época, gastronomia local, desfiles etnográficos, teatro de rua, bandas de música de rua, oficinas de artesanato e muita mais animação

 

Com uma programação repleta de atrativos, o evento apresenta:

 
Ponte Flutuante

24, 25 e 26 de março - Sujeito a horários de passagem

Durante muitos anos as populações locais poderiam fazer suas as palavras da letra de uma canção famosa dos Jáfumega, banda de música portuguesa dos anos 80:

“…A ponte é uma passagem

p´rá outra margem

Desafio pairando sobre o rio

a ponte é uma miragem...”

Um sonho antigo de Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana, ter uma ponte que os une…Na realidade não há maior elemento que una as duas vilas que o próprio Rio Guadiana. Rio que é a razão da sua existência, outrora grande autoestrada do Sul, que aqui fez com que chegassem grandes civilizações, este presente em toda a histórias destas duas vilas gêmeas como se referiu a elas José Saramago.

O Guadiana que nos inspira com a sua imponência natural, que atrai marinheiros de todo o mundo, caminhantes em busca do ar tranquilo do campo, que foi outrora a grande barreira a ultrapassar por esses heróis agora homenageados, os contrabandistas, que deixou distantes os laços familiares de muitas gentes da raia, fronteira que teve fechada por outras razões que para aqui não são chamadas!

A ponte…as pontes…não são uma miragem! Elas existem na nossa mente, são sonhos ansiados de união, de diálogo, de amizade, que podem fazer-se realidade…

“ Os sonhos das comunidades locais também se concretizam!”

Durante o Festival do Contrabando poderá atravessar a Ponte flutuante Transfronteiriça Alcoutim Sanlúcar de Guadiana – Sujeito a horários de passagem

 

1ª Jornadas do Contrabando em Alcoutim

dia 24 de março - 09h30 – Edifício das Finanças, Antigo Posto da Guarda-fiscal de Alcoutim

Consulte aqui o programa

O contrabando foi a “arte” de comercializar às escondidas dos olhos da lei e dos governos, respondendo às necessidades e dificuldades das gentes raianas. Alimentos básicos como ovos, farinha e amêndoas, foram transportados, pela calada da noite, de um lado ao outro da fronteira. Para além dos bens materiais partilharam-se sentimentos, conhecimentos e alimentaram-se sonhos.


Vivemos no “tempo” das memórias. Atualmente, com o crescente interesse pelo património cultural faz todo o sentido registar e estudar as “memórias” do contrabando numa perspetiva de melhor entender a identidade local e contribuir para a discussão do despovoamento do interior e especialmente nesta zona raiana. As gerações que viveram o contrabando tradicional estão a desaparecer, perdendo-se a sua cultura e sentido de sobrevivência. Com eles perdem-se conhecimentos, passados entre gerações, que foram acumulados ao longo dos anos.

Estas primeiras jornadas do contrabando, a realizar em Alcoutim no dia 24 de março de 2017, vão trazer a debate a visão de historiadores, sociólogos e antropólogos, terminando com uma mesa redonda que coloca em confronto direto os atores de um lado e de outro desta atividade raiana (entenda-se guardas e contrabandistas).


Ideias a debater:

- O reconhecimento e a valorização de uma identidade local própria

- Entender necessidades locais, a sobrevivência das populações e o contributo do contrabando

- A importância de uma rede de contatos e relações familiares na ligação entre margens

- Abertura de fronteira versus despovoamento crescente

- Valorização das memórias e do património do contrabando numa perspetiva de promoção turística do território.

 

Concurso Fotográfico – Tráfico de artes no Guadiana

Consulte aqui o regulamento

dia 24, 25 e 26 de março

O contrabando foi a “arte” de comercializar às escondidas dos olhos da lei e dos governos, respondendo às necessidades e dificuldades das gentes raianas. Alimentos básicos como ovos, farinha e amêndoas, eram transportados, pela calada da noite, de um lado ao outro da fronteira. Para além dos bens materiais partilharam-se sentimentos, conhecimentos e alimentaram-se sonhos.

Com o despertar da primavera de 2017, em Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana, abrir-se-á uma janela para este legado, com a organização do Festival do Contrabando . Para estimular o olhar e melhor descobrir e desfrutar deste evento convidamo-lo a pegar na sua máquina fotográfica e vir registar o ambiente, os personagens, os momentos de rara beleza e a “história viva”.

 

Feira à Moda Antiga e Mercado Solidário

dia 25 e 26 de março - 15h00 às 20h00

A aparente anarquia e os pregões dos feirantes, misturados com as cores e sons de quem tenciona fazer o melhor negócio enquanto regateia o preço final, os ofícios antigos, os aromas dos produtos do contrabando e dos pratos da serra e do rio, os produtos da horta e do campo, os animais, os desfiles etnográficos com as gentes do Algarve, do Alentejo e da Andaluzia, a nostalgia de tempos antigos, irão transformar as vilas de Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana em locais pitorescos durante o Festival do Contrabando.

Vai ser possível encontrar-se quase tudo nesta feira, desde roupa, ferramentas, queijos, enchidos, legumes, pão e doces regionais, animais de criação, etc.

 

Trail del Guadiana - Historia del Contrabando

Dia 26 de março - 09h00

Regressa o TRAIL DEL GUADIANA depois do grande sucesso da primeira edição no passado mês de Novembro, que conseguiu atrair a Sanlúcar de Guadiana centenas de atletas e praticantes deste desporto, que puderam disfrutar das magníficas paisagens que este território oferece…

A segunda edição será na primavera, dia 26 de Março, com muitas supressas e novas atrações. Campos cobertos de esteva, ribeiras e barrancos com água para cruzar, saída desde terras lusas, paisagens de sonho junto ao grande rio do sul, caminhos do contrabando e trilhos por onde os guardas controlavam essa mesma atividade, vistas de Espanha desde Portugal…e muitas mais supressas…

Trail Largo – Partida da Praia Fluvial de Alcoutim às 9h00

Distancia de 25 kms, com meta em Sanlúcar de Guadiana

Trail Curto– Partida en Autocarro desde Alcoutim a las 08h30

Distancia de 14 kms, com meta em Sanlúcar de Guadiana

Entrega de dorsais na Praia Fluvial de Alcoutim

Inicio da Prova no Monte Vascão às 9h00

Almoço em Sanlúcar de Guadiana para todos os atletas participantes

 

Caravela Boa Esperança no Festival do Contrabando

dia 24, 25 e 26 de março

Conhecer os Descobrimentos em ambiente real – Cais Central da Vila de Alcoutim

- presença da caravela condicionada a condições climatéricas e de navegabilidade-

 

Do Algarve, partiram as primeiras caravelas da epopeia dos Descobrimentos e foi aqui que o Infante D. Henrique inventou as embarcações utilizadas pelos portugueses na exploração dos oceanos. A caravela latina, também conhecida por caravela do Infante ou dos Descobrimentos, foi o navio de origem mourisca escolhido por D. Henrique para as suas aventuras marítimas.

Hoje, existe a Caravela Boa Esperança, uma réplica aproximada da caravela dos Descobrimentos, construída em madeira, por especialistas que respeitaram as regras da construção naval do século XV, acrescentando-lhe algum conforto e segurança. A caravela ostenta nas velas o símbolo da Cruz de Cristo e no mastro principal as armas do Infante. A Boa Esperança destina-se à formação na arte de bem velejar, participação em provas e outros eventos náuticos, e à investigação do comportamento e manobra das antigas caravelas. Lançada à água a 28 de Abril de 1990, já visitou portos do Norte da Europa e do Mediterrâneo, e recebe um programa regular de visitas escolares. A caravela é assim uma mais-valia para a promoção turística do Algarve, atraindo a curiosidade dos turistas, que podem subir a bordo para conhecer as glórias de um passado descobridor.

 

Atividades como:

 

Encontro de Poesia Popular do Concelho de Alcoutim | 25 de março | 10h00 |Edifício das Finanças, Antigo Posto da Guarda-fiscal de Alcoutim.

 

Desfile Etnográfico pelas ruas de Sanlúcar de Guadiana e Alcoutim | 25 e 26 de março | 14h00

 

Visitas Guiadas ao Castelo de San Marcos, em Sanlúcar de Guadiana “ O Contrabando ao Longo da História”| 25 e 26 de março | 15h00 às 20h00

 

Museu do Brincar - Jogos tradicionais e populares do século xx e Oficinas de brinquedos, em Alcoutim | 25 de março - Bolas de Trapos e Robertos | 6 de março- Moinhos de vento e bonecas marafonas | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

 

 

Gastronomia

“AMIGAS”, Migas Gigantes, convívio das comunidades do Guadiana | 24 de março | 19h00 | Praça de Espanha, Sanlúcar de Guadiana

Degustação de cocktails sem álcool, por Mancomunidad de Beturia | 24 de março | 20h15 | Praça de Espanha, Sanlúcar de Guadiana

Manhã Cultural com tradições gastronómicas, ciclo do porco| 25 de março | 09h00 | Praia Fluvial de Sanlúcar de Guadiana - Chiringuito Guadiana Playa

Degustação de pratos do ciclo do porco- cacholada, fritada, sangue encebolada, assadura| 25 de março | 11h00 | Praia Fluvial de Sanlúcar de Guadiana - Chiringuito Guadiana Playa

Oficina de Cozinha infantil: “Chefes infantis, nutrição e alimentação saudável , por Mancomunidad de Beturia | 25 de março | 16h00 | Oficina de Turismo de Sanlúcar de Guadiana


Tabernas de época | 25 e 26 de março | a partir das 12h00

 

Teatro

“ ANDANTE”, teatro de rua pela Companhia de Teatro MARKELIÑE  | 24 de março |20h30 | Avenida de Portugal e Porto Desportivo, Sanlúcar de Guadiana

CANTE DE CIEGO “ El mejor amigo del Hombre”, Teatro de Sombras pela Oficina de Teatro de Sanlúcar de Guadiana | 25 de março | 17h00 | Antiga Pousada, Plaza de Espanha, Sanlúcar de Guadiana

SORRISO, Teatro Físico pelo Teatro SÓ  ESTREIA MUNDIAL | 25 de março | 19h00 | Cais Sul de Alcoutim

SOMENTE, Teatro Físico pelo Teatro SÓ  | 25 de março | 21h00 | Cais Sul de Alcoutim

SORRISO, Teatro Físico pelo Teatro SÓ | 26 de março |18h00 |Cais Sul de Alcoutim

SOMENTE, Teatro Físico pelo Teatro SÓ  |26 de março | 20h00 | Cais Sul de Alcoutim

CARRIPANA, contos | 25 e 26 de março | 15h00 às 20h00

 

Teatro de Rua

Rábulas dos contrabandistas, guardas fiscais e carabineiros | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

Vendedores ambulantes e mestres de outros ofícios apresentam as mercadorias às gentes da terra| 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

Vivência nas tabernas, sátira social e troca de informações | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

Jogos populares e rixas de cajados | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

 

Música

Concerto com YOMURI | 24 de março | 21h30 | Praça de Espanha, Sanlúcar de Guadiana

Espetáculo Musical com KUMPANIA ALGAZARRA banda Móvel | 25 de março | 22h00

Arruada e Concerto com os GALANDUM GALUNDAINA| 26 de março | 21h00 | Alcoutim

 

Arte Circense

Circo Acrobático HOMBRE QUE PERDIA LOS BOTONES, por CIRC PANIC |25 de março | 20h00 | Castelo da Vila de Alcoutim

Circo Acrobático HOMBRE QUE PERDIA LOS BOTONES, por CIRC PANIC | 26 de março | 19h00 | Castelo da Vila de Alcoutim

 

Cinema

Apresentação do Filme documentário "Tierra Libertad" | 25 de março | 18h00 | Antiga Pousada, Plaza de Espanha, Sanlúcar de Guadiana

Apresentação de DOCUMENTAR ALCOUTIM, pelo Algarve Film Comission | 26 de março | 12h00 | Edifício das Finanças, Antigo Posto da Guarda-fiscal de Alcoutim

 

Projeção de Filmes e documentários sobre os temas contrabando, Edifício das Finanças, Antigo Posto da Guarda-fiscal de Alcoutim:

 - CONTRABANDO, documentário de Paulo Vinhas Moreira | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

- FRONTEIRA, curta metragem de António Lopes | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

- A RAIA, documentário de Ivan Castineiras | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

- CONTRABANDO NO BAIXO GUADIANA, Associação Baixo Guadiana | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

- ALENTEJO ALENTEJO, documentário de Sérgio Tréfaut | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

 

Workshops

Caniçada- Aula aberta de trabalhos de cana | 25 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Esculpir com o canivete –técnicas de pastor | 25 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Fazer tibornas | 25 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Brinquedos de madeira | 25 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Afiar foices e outras alfaias | 25 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Fazer corda com pita | 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Mil e uma amarras –nós de corda | 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Elaboração de figos cheios e queijo de figo | 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Latoaria | 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Empreita de palma | 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Mesa ajudada - Histórias do contrabando acompanhadas de café de escolateira | 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Roda manual de oleiro | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Trabalho na forja – demonstração com ferreiro | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

Caldeireiro | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

 

Arruadas e animação musical

25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

Acordeonistas António Manuel e Ernesto Baptista | Bardoada - O Grupo do Sarrafo | Andarilhos | Fonte da Pipa | Trupe da Cana Rachada | Yomuri / Grupo Coral e Etnográfico da casa do Povo de Brinches | Rancho Folclórico de Santa Catarina da Fonte do Bispo | 25 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

 

Acordeonistas António Manuel e Ernesto Baptista |Batuklown | Andarilhos | Fonte da Pipa| Trupe da Cana Rachada \ Grupo Etnográfico de Quelfes |Grupo Coral Os Amigos do Rosário | 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

 

Exposições

Exposição Mesa Ajudada, do Museu Municipal de Loulé| 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Casa dos Condes, Alcoutim

Exposição Sanlúcar Antigua, | 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00) | Antiga Pousada, Plaza de Espanha, Sanlúcar de Guadiana

 

Fotografia

Concurso de Fotografia Tráfico de Artes no Guadiana | 24, 25 e 26 de março | Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana


Fotos de época com a ASSOCIAÇÃO E NÚCLEO DE AMIGOS FOTÓGRAFOS DO ALGARVE A-NAFA| 25 e 26 de março | Em Horário de Mercado (15h00 às 20h00)

 

Desporto

II TRAIL DO GUADIANA Historia del Contrabando |26 de março | 09h00 |
 


Consulte o programa completo aqui e acompanhe a página de facebook do evento www.facebook.com/festivaldocontrabando

 

 

Local: Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

Organização: Município de Alcoutim

Apoio: Governo de Portugal, Turismo de Portugal, Região de Turismo do Algarve, 365 Algarve, Junta de Andalucia e Mancomunidad da Betúria.

  • Programa festival do Contrabando
  • Cartaz Concurso de Fotografia
  • Cartaz Trail del Guadiana
  • Programa Jornadas do Contrabando

Local do evento

AGENDA

Multimédia

<img alt="Still from Movie" src="" width="100" height="80" />

PUBLICAÇÔES